Literatura, memória e sensorialidades

Banner site Lançamento3.png

Literatura e memória é um tema que está sempre em evidência porque as discussões que o permeiam são inesgotáveis e, sobretudo, porque cada vez se faz mais necessário o resgate da história, muitas vezes por meio de trajetórias, sejam elas pessoais ou coletivas, como forma de afirmação e preservação de tradições, culturas, saberes apagados, criminalizados ou apropriados pelos processos, práticas e instituições coloniais.

 

Assim, é urgente pensar a relação entre essa temática - Literatura e memória - e as diversas, plurais e múltiplas formas de expressões artísticas contemporâneas, junto ao questionamento de formas estéticas hegemônicas, padronizadoras e excludentes.

 

Pensando nisso e em diálogo com o livro A Ossada de Um Moleque, de Gabriel Sanpêra, nós da Oríkì Editora realizamos dois dias de conversa, troca de ideias, afetos e sensorialidades que estimulam e são estimuladas pela escrita, oralidade, teatralidade, alimentação e muito mais. Assista:

Primeiro encontro, realizado em 26 de junho de 2021.

Memória e sensorialidades na produção literária

Um bate papo sobre literatura e suas possibilidades de diálogos com outras formas de expressão e performances artísticas a partir das memórias ativadas pelas sensorialidades.

Com:

Tatiana Henrique, Tom Grito e Lourence Alves

Créditos das fotos:

Tatiana Henrique: divulgação
Tom Grito: Flávio Salgado

Lourence Alves: Marina S. Silva

Segundo encontro, realizado em 27 de junho de 2021.

Criação, produção e escrita a partir de A Ossada de um moleque

Um bate papo sobre processos de escrita, produção literária, escritas não-hegemônicas e a experiência da criação de A ossada de um moleque.

Com:

Gabriel Sanpêra, Simone Ricco e Luciene Nascimento

Créditos das fotos:

Gabriel Sanpêra: Bia Ferrer

Simone Ricco: divulgação

Luciene Nascimento: divulgação